InícioDesenhosComo combater o vício das raspadinhas?

Como combater o vício das raspadinhas?


foto josé carlos carvalho

É preciso regular este jogo, alterando as características do seu desenho e da sua venda. As raspadinhas estão desenhadas por forma a explorarem e a exacerbarem enviesamentos comportamentais, alimentando o vício

Nesta semana foram anunciados os resultados do estudo “Quem Paga as Raspadinhas?”, levado a cabo pelo Conselho Económico e Social em parceria com a Universidade do Minho. Os resultados são reveladores de um problema que há muito se sabia existir, sobre o qual tenho escrito, mas que urgia quantificar.

Estima-se que cerca de 440 mil pessoas joguem nas raspadinhas frequentemente e que 25% sofram sintomas de jogo patológico. Como mais de metade das que compram raspadinhas têm rendimentos baixos, auferindo menos de 1000 euros por mês, e como quem joga perde em média mais do que ganha, a raspadinha é um imposto regressivo. É pouco ético que o Governo e a Santa Casa financiem atividades sociais à custa de quem mais precisa, de quem menos educação formal tem e dos mais velhos — pessoas com mais de 66 anos são duas vezes mais propensas a jogar do que pessoas com idades entre 18 e 36 anos. É urgente intervir, regulando este jogo, mas como fazê-lo?



Source link

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

WhatsApp
Precisa de ajuda?
👋 Olá
Nosso suporte está online no WhatsApp.